HUMOR

No post de sábado (31/5), havia comentado que voltaria a colocar novas informações somente a partir do dia 4/6. Mudei de idéia e estou aqui com um novo post. É até uma maneira de relaxar, descansar das inúmeras atividades que estou fazendo para a finalização da minha dissertação. E nesta volta, quero compartilhar com vocês algumas tiradas humorísticas que recebi do boletim da Associaçao de Leitura do Brasil - ALB. Divirtam-se. Abração.

SEGREDO DO CAIPIRA

O caipira entrou no consultório e meio sem jeito foi falando:
- Dotô, o "negócio" não sobe mais. Já tomei tudo quanto foi chá depranta que me indicaro, mas não sobe mais mermo.
- Vou te passar um medicamento que vai deixar você novo em folha. São trinta comprimidos, um por dia.
- Mais dotô, sô home simpres da roça. Só sei contá inté deis nos dedos e óia lá...- Então você vai a papelaria, compra um caderno de trinta folhas. Cada folha um comprimido. Quando o caderno acabar você já vai estar curado. A receita está aqui.
- Brigado. Agorica mermo vô comprá o tar caderno.
Logo que saiu do prédio, avistou uma papelaria. Entrou, e a moça veio atender.
- Priciso dum caderno de trinta fôia.
- Brochura?
- Eita médico fida mãe, já andô ispaiando meu pobrema!"

UMA QUESTÃO DE NÍVEL DE ESCOLARIDADE
QUANDO SE TEM DOUTORADO: O dissacarídeo de fórmula C12H22O11, obtido através da fervura e da evaporação de H2O do líquido resultante da prensagem do caule da gramínea Saccharus officinarum, (Linneu, 1758) isento de qualquer outro tipo de processamento suplementar que elimine suas impurezas, quando apresentado sob a forma geométrica de sólidos de reduzidas dimensões e restasretilíneas, configurando pirâmides truncadas de base oblonga e pequena altura, uma vez submetido a um toque no órgão do paladar de quem se disponha a um teste organoléptico, impressiona favoravelmente as papilas gustativas, sugerindo impressão sensorial equivalente provocada pelo mesmo dissacarídeo em estado bruto, que ocorre no líquido nutritivo da alta viscosidade, produzindo nos órgãos especiais existentes na Apis mellifera.(Linneu, 1758) No entanto, é possível comprovar experimentalmente que esse dissacarídeo, no estado físico-químico descrito e apresentado sob aquela forma geométrica, apresenta considerável resistência a modificar apreciavelmente suas dimensões quando submetido a tensões mecânicas de compressão ao longo do seu eixo em conseqüência da pequena capacidade de deformação que lhe é peculiar.
QUANDO SE TEM MESTRADO: A sacarose extraída da cana de açúcar, que ainda não tenha passado pelo processo de purificação e refino, apresentando-se sob a forma de pequenos sólidos tronco-piramidais de base retangular, impressiona agradavelmente o paladar, lembrando a sensação provocada pela mesma sacarose produzida pelas abelhas em um peculiar líquido espesso e nutritivo. Entretanto, não altera suas dimensões lineares ou suas proporções quando submetida a uma tensão axial em conseqüência da aplicação de compressões equivalentes e opostas.
QUANDO SE TEM GRADUAÇÃO: O açúcar, quando ainda não submetido à refinação e, apresentando-se em blocos sólidos de pequenas dimensões e forma tronco-piramidal, temsabor deleitável da secreção alimentar das abelhas; todavia não muda suas proporções quando sujeito à compressão.
QUANDO SE TEM ENSINO MÉDIO: Açúcar não refinado, sob a forma de pequenos blocos, tem o sabor agradável do mel, porém não muda de forma quando pressionado.
QUANDO SE TEM ENSINO FUNDAMENTAL: Açúcar mascavo em tijolinhos tem o sabor adocicado, mas não é macio ou flexível.
QUANDO NÃO SE TEM ESTUDO: Rapadura é doce, mas não é mole, não!
Clipart: Google Imagens

0 comentários: